Falando Nisso: sobre um clube de leitura e Paris

Hey, leitores!

A primeira semana de dezembro trouxe duas novidades maravilhosas que me deixaram muito feliz. A primeira delas é que a Editora Rocco irá lançar em janeiro o livro O clube de leitura de Jane Austen; e a segunda é o lançamento de Je T'aime, Paris, escrito pela Teca Machado, blogueira super querida.

 

Para quem não sabe, O clube de leitura de Jane Austen foi adaptado para os cinemas em 2007 e, apesar de não ser o melhor filme do mundo, desde que o assisti, fiquei curiosa para ler o livro. Confiram a sinopse:
Cinco mulheres e um homem se reúnem para debater as obras de Jane Austen na Califórnia do início dos anos 2000 e, ao longo dos seis meses em que o eclético grupo se encontra para ler e discutir os romances, casamentos são testados, novos romances vêm à tona, arranjos sociais e afetivos se fazem e desfazem, e os personagens acabam se dando conta de que suas vivências não são assim tão diferentes das experimentadas por Emma ou outras de suas protagonistas. E aprendendo com elas.
Além de falar sobre os seis romances de Jane Austen, a história ainda discute questões bem interessantes. Mesmo que eu só tenha assistido ao filme e lido alguns trechos do livro em inglês, recomendo a leitura, pois será uma ótima maneira de começar 2017: com muito amor e Jane linda Austen.

Depois de I Love NY, um chick lit super divertido, Teca nos presenteia com Je T'aime, Paris, que, apesar de não ser continuação do seu primeiro romance, está interligado com sua história. Ambos os livros serão um prato cheio para os leitores que gostam do gênero, pois, além de escrever bem, a autora une os elementos certeiros do chick lit. Leiam a sinopse:
Com o pai milionário encrencado com a justiça brasileira e boa parte de seus bens bloqueados, Ana Helena precisa aprender a viver com pouco dinheiro. Para ficar fora dos holofotes da imprensa, seu pai a manda para fora do país. O destino? Paris. Peraí! Mas como viver sem dinheiro em Paris? Não tem jeito! Arles, pacata cidade do interior da França, acaba sendo a alternativa mais modesta. Mas a tranquilidade dessa charmosa cidade logo dá lugar a um turbilhão de acontecimentos envolvendo um novo amor, obras de arte, muito dinheiro e homens tão ambiciosos que farão de tudo para colocar as mãos no que desejam. A grande aventura leva Ana Helena de volta a Paris, com perseguições pelas ruas da Cidade Luz, romance, muita ação, dramas e reviravoltas surpreendentes. O que você faria para salvar um grande amor e alguns milhões de Euros?
Resumindo, eis dois livros super bacanas para terminar 2016 e iniciar 2017 muito bem acompanhado. Ademais, tanto a editora quanto a Teca arrasaram na escolha de capas, as duas são lindas. 

Se quiserem, marquem os livros no Skoob:
Beijocas.
Leia Mais

Top Comentarista: dezembro 2016

Hey, leitores!

Então é quase Natal e o ano passou muito rápido. Inacreditável, não é? Este mês temos também três kits, e a pessoa sorteada poderá escolher um deles.

Kit 1: Conselho de Amiga de Siobhan Vivian + 2 marcadores + 2 bottons + 1 card de Harry Potter Ilustrado.
Kit 2: O Livro do Amanhã de Cecelia Ahern + 2 marcadores + 2 bottons + 1 card de Harry Potter Ilustrado.
Kit 3: A Última Casa da Rua de Lily Blake, David Loucka e Jonathan Mostow + 2 marcadores + 2 bottons + 1 card de Harry Potter Ilustrado.


Regras:
  • Comentar em todas as postagens de dezembro.
  • Ter endereço de entrega no Brasil.
  • Preencher o formulário abaixo.
Avisos:
  • O resultado será divulgado neste mesmo post no dia 09 de janeiro.
  • Se o leitor sorteado não seguir as regras acima, outro sorteio será realizado.
  • O ganhador terá até 72 horas para responder ao e-mail.
  • O prêmio será enviado em até 50 dias.
E que comecem os jogos... Ops, comentários!

a Rafflecopter giveaway
Leia Mais

Resenha de " Enquanto Bela dormia"

Entre os contos de fadas, o que eu menos gosto é o da Bela Adormecida, porém, a premissa de Enquanto Bela dormia me intrigou e decidi dar uma segunda chance à história.
"Toda grande lenda, no fundo, é uma história de perda da inocência, e talvez fosse esse o papel que eu estava destinada a desempenhar. Eu realmente ignorava as escolhas que haveria pela frente, escolhas que me elevariam a alturas nunca imaginadas, e outras que até hoje enchem meu coração de angústia."
Aos 14 anos, após perder a mãe e quatro irmãos, Elise Dalriss abandona a fazenda do pai e parte para St. Elsip com o intuito de trabalhar no castelo. Com a ajuda da tia e de uma amiga de sua mãe, ela consegue o cargo de camareira e, com uma rapidez fora do comum, sobe de posição e começa a servir a rainha Lenore.

Quando a rainha, supostamente infértil, fica grávida, o rei Ranolf anuncia sua gravidez no mesmo dia em que deveria indicar o irmão como herdeiro e esta notícia causa um atrito entre eles, pois o príncipe desejava ser rei. Contudo, mesmo com medo de Bowen, Lenore e Ranolf passaram por momentos de pura felicidade enquanto esperavam pelo primeiro filho. No dia tão esperado, a rainha tem complicações no parto e pede a Elise que chame a tia do rei, Millicent, para ajudá-la, mas Ranolf não permite a entrada dela e a expulsa do castelo por acreditar que ela é uma bruxa e está tentando afastar Lenore. Millicent é forçada a sair de St. Elsip, mas volta sorrateiramente no batismo de Rosa para lançar uma maldição terrível no bebê e no rei.

Os anos se passaram e nenhum mal recaiu sobre Rosa, que cresceu saudável, esperta e bondosa, mas seus pais definharam a cada dia com a possibilidade de acontecer algo com ela e a mantiveram presa dentro do castelo. Enquanto Elise se tornou o braço direito da rainha e uma espécie de irmã mais nova da princesa, desistindo até mesmo do amor de sua vida para permanecer ao lado delas. Após anos de quietude, uma guerra iniciada por Bowen torna a situação do reino instável, e Lenore afasta-se de todos por se culpar pela expulsão de Millicent. Aos poucos, a maldição começa a destruir tudo o que Ranolf ama, especialmente Rosa, mas Elise fará de tudo para proteger a princesa. 
"Duas forças poderosas tinham se erguido uma contra a outra. E lutas desse tipo só podem acabar em desastre."
Enquanto Bela dormia é uma releitura criativa e melancólica, narrada por Elise, uma criada do castelo. Apesar de manter um tom sombrio e ter incluído os principais elementos do conto, a narrativa peca pela falta de profundidade das personagens e na relação entre elas. Elise apenas narra os fatos e faz comentários, interrompendo a narrativa para dar sua visão de agora sobre os acontecimentos passados; em outras palavras, a autora nos apresentou uma narradora superficial e uma história promissora que deixou a desejar. 

Elise é uma protagonista sem sal, que não instiga o leitor, especialmente por não ser tão forte quanto se esperava. No decorrer da história, ela amadure e torna-se essencial para o castelo, mas faltou carisma e profundidade. Aliás, todas as personagens têm o mesmo problema: foram pouco desenvolvidas e não mostraram motivações fortes e críveis o suficiente. Um exemplo disso é o motivo banal pelo qual o rei e Millicent brigaram antes da maldição ou a participação mínima e pouco aproveitada de Flora - a outra tia de Ranolf. 

Ao contrário do que o título pode sugerir, o enredo concentra-se na maldição e em como o castelo e seus moradores sofreram, ou seja, Rosa não é o foco. A autora criou uma versão engenhosa e tão tenebrosa que lembra um pouco os contos de fada originais, e sua ideia de contar a história pela perspectiva de uma criada próxima da nobreza foi genial, pois retrata uma outra realidade. O livro tinha tudo para ser uma boa releitura, porém, o modo como a narrativa foi conduzida e as personagens mal construídas o deixaram muito aquém. A narrativa também dá destaque à vida de Elise, sua adaptação no castelo e aos seus anseios.

O livro foi dividido em prólogo, partes I e II e epílogo, e tem uma capa bem bonita. Mesmo que tenha alguns pontos negativos, a leitura fluiu com rapidez, pois aguça a curiosidade; e o final foi surpreendente, mas com uma pitada de felicidade e uma colher cheia de infortúnios. Em suma, a história inova por mostrar um rei que apoia a ideia de uma mulher assumir o trono, traz fatos diferentes e instigantes ao conto, além do tom sombrio, mas poderia ter sido melhor elaborada. Um conselho, não leia com expectativas.
  • Escrito por Elizabeth Blackwell.
  • Editora Arqueiro.
  • Tradução: Vera Ribeiro.
  • 368 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo, apesar dos pesares.
*Exemplar para resenha.
Leia Mais

Top comentarista: novembro 2016

Hey, leitores!

Atrasei totalmente o top comentarista deste mês, mas aqui estamos nós. Vale lembrar que a pessoa sorteada poderá escolher um dos kits abaixo.

Kit 1: A Casa de André Vianco + 2 marcadores + 2 bottons.
Kit 2: A Pousada Rose Harbor de Debbie Macomber + 2 marcadores + 2 bottons.
Kit 3: A Culpa é das Estrelas de John Green + 2 marcadores + 2 bottons.

Regras:
  • Comentar em todas as postagens de novembro.
  • Ter endereço de entrega no Brasil.
  • Preencher o formulário abaixo.

Avisos:
  • O resultado será divulgado neste mesmo post no dia 13 de dezembro.
  • Se o leitor sorteado não seguir as regras, outro sorteio será realizado.
  • O ganhador terá até 72 horas para responder ao e-mail.
  • O prêmio será enviado em até 50 dias.
E que comecem os jogos... Ops, comentários!

a Rafflecopter giveaway
Leia Mais

You've got mail #22

Coluna You've got mail - na qual eu mostro as aquisições e livros que fiz nos últimos meses.
Hey, leitores!

Tudo bem com vocês? Aqui em São Paulo o verão já chegou e, apesar de eu gostar de sol, estou pedindo para o inverno lindo voltar, pois o calor me deixa incrivelmente preguiçosa, rs. Enfim, vamos às aquisições:

Novembro, janeiro - parceria.
Fevereiro, março - parceria.
Novembro - parceria.
Dezembro, janeiro, fevereiro - parceria.
Março - parceria.
Junho - parceria.
Agosto.
Agosto.
Agosto.
  • Príncipe Lestat (As Crônicas Vampirescas #13), de Anne Rice - Editora Rocco.
    Adoro os vampiros de Rice, pois eles são sanguinários, moralistas e gostam de filosofar. É uma leitura densa, mas excelente (resenha).
  • A Garota Dinamarquesa, de David Ebershoff - Editora Fábrica 231.
    Baseado em fatos reais, o livro mostra o processo de descoberta e aceitação de Lily, uma das primeiras transgêneros do mundo. Confesso que, durante a leitura, só senti falta de mais eventos verídicos (resenha).
  • Não chegue tão perto, de Luana Lewis - Editora Fábrica 231.
    Que thriller fantástico. Além de a autora ter abordado assuntos sérios e terríveis que acontecem diariamente, ela também criou uma atmosfera de mistério e tensão muita boa. Em breve terá resenha.
  • Jovens de Elite, de Marie Lu - Editora Rocco Jovens Leitores.
    Como sou apaixonada por Legend, fiquei muito empolgada para ler esta nova trilogia e não me decepcionei, mesmo que eu tenha esperado demais do primeiro livro (resenha).
  • O Último dos Canalhas, de Loretta Chase - Editora Arqueiro.
    Gostei bastante de O Príncipe dos Canalhas e da escrita de Loretta, ainda não li este livro, mas tenho grandes expectativas. 
  • Magia do Sangue (Primos O'Dwyer #3), de Nora Roberts - Editora Arqueiro.
    Esta trilogia tem elementos que adoro, mas acredito que a autora não soube desenvolvê-los, e a história peca por diálogos surreais e falta de ação.
  • Jogo da Felicidade, de Bruna Lombardi - Editora Sextante.
    Não gosto de livros de autoajuda, mas achei este livro interessante. Leiam a resenha.
  • Enquanto Bela dormia, de Elizabeth Blackwell - Editora Arqueiro.
    É a minha leitura atual.
  • Era uma vez no outono (As Quatro Estações do Amor #2), de Lisa Kleypas - Editora Arqueiro.
    O primeiro ainda é meu favorito, mas me diverti bastante com este também (resenha).
  • Um Novo Amanhã (A Pousada #1), de Nora Roberts - Editora Arqueiro.
    Terminei de ler algumas semanas atrás e gostei da leitura, apesar de achar que foi mais do mesmo. Em breve terá resenha.
  • Nove regras a ignorar antes de se apaixonar (Os Números do Amor #1), de Sarah MacLean - Editora Arqueiro.
    Ainda não o li, mas, de acordo com várias resenhas, é ótimo.
  • Inverno Negro, de Stefano Sant'Anna - Editora Empíreo.
    Foi um bom livro introdutório, e o autor nos apresentou um universo rico em detalhes. Estou curiosa para ler a continuação (resenha).
  • Belgravia, de Julian Fellowes - Editora Intrínseca.
    Sou completamente apaixonada por Downton Abbey, tanto que fiz maratona e terminei as seis temporadas em um piscar de olhos; por isso, quando vi que o criador da série escreveu Belgravia, comprei o livro sem pensar duas vezes.
  • Harry Potter e a Pedra Filosofal Ilustrado, de J. K. Rowling - Editora Rocco.
    Mais um lindo livro para minha coleção. Esta edição é um amor e muito bem feita, todo fã deve ter na estante.
  • Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski - Editora 34.
    Há anos que quero ler este livro e, felizmente, no meu aniversário, meu namorado me presenteou com esta edição incrível.
  • A Mulher Desiludida, de Simone de Beauvoir - Editora Nova Fronteira.
    Foi outro presente de aniversário, e como eu gosto de Beauvoir, não vejo a hora de ler.
  • Mulheres, de Bukowski - Editora L&PM.
    Mais um presente de aniversário. Sempre leio trechos dos livros de Bukowski, mas nada na íntegra, então finalmente vou resolver isso.
Beijocas.
Leia Mais

Tag: Boyband Book Tag

Hey, leitores!

Hoje é dia de responder a tag que a Letícia, do Litteratura Mundi, me indicou no ano passado. Muito obrigada pela indicação, Lê! Como vocês perceberam, o blog não está muito ativo e isso se deve ao fato de que esta que vos escreve está trabalhando feito louca. Entre aulas de inglês e textos para revisar, eu ainda não consegui administrar muito bem meu tempo para o blog, mas, até o final do ano, tudo se ajeita.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa.


1. The Jackson Five: um livro que pode ser antigo, mas não sofre a ação do tempo, é tão bom que se mantém atual.
Emma de Jane Austen. A protagonista é moderna, sarcástica, fofa e adorável, impossível não se apaixonar por ela, pela história e pelo lindo Mr. Knightley. Todos os romances de Austen são incríveis e, apesar de terem sido escritos no século XIX, permanecem atemporais.

2. New Kids On The Block: um bestseller.
Harry Potter de J. K. Rowling. Porque magia nunca é demais! 

3. Backstreet Boys: uma série que você se pergunta "por que tão longa?".
Diários do Vampiro de L. J. Smith. Li até a metade do sexto livro e desisti da série, não costumo fazer isso, mas a história é muito maçante, sem sentido e, sinceramente, já deveria ter acabado.

4. 'N Sync: uma trilogia perfeita.
Legend de Marie Lu. Foi a melhor distopia que já li, não só pelo final digno que a autora deu aos personagens, como também pela coerência.

5. Five: um livro ou personagem inconstante.
Alayna Withers da trilogia Fixed, de Laurelin Paige. Apesar de a protagonista ser mais inconstante que o tempo em São Paulo, gostei bastante do resultado final.

6. Westlife: um livro ou personagem "sono".
Casamento de Nicholas Sparks. Foi uma leitura extremamente cansativa e, no fim, não gostei dos personagens nem da história.

7. Take That: um livro que algum personagem poderia ter um spin-off.
Percy Jackson e Os Olimpianos de Rick Riordan. Grover Underwood era um dos meus personagens favoritos, e eu acho que ele renderia ótimas histórias, além de muito divertidas.

8. Hanson: um livro que aparenta ser uma coisa, mas é outra.
Jardim de cimento de Ian McEwan. Eu sabia que o livro seria bem polêmico, porém pensei em uma situação e aconteceu algo completamente diferente. É ótimo, mas chocante de uma maneira que não esperava. 

9. Ultra: um livro que ninguém conhece, mas que você ama.
Amor em minúscula de Francesc Miralles. Descobri este livro por acaso, e foi uma das melhores leituras da minha vida, pois me fez refletir sobre n coisas.

10. One Direction: o último livro que leu e amou.
Uma canção pra você de Luly Trigo. É um infantojuvenil para todas as idades, pois, além de bem escrito, aborda assuntos que merecem atenção.

Aos blogueiros: sintam-se à vontade para responder também! 

Beijocas.

*Tag criada pela Gleice Couto.
Leia Mais

Top comentarista: outubro 2016

Hey, leitores!

O mês das crianças e bruxas chegou, e com ele, o top comentarista - yay! Selecionei três livros temáticos, e o leitor sorteado poderá escolher um deles.

Kit 1: A Última Casa da Rua de Lily Blake, David Loucka e Jonathan Mostow + 2 marcadores + 2 bottons.
Kit 2: Os Portões do Inferno de André Gordirro + 2 marcadores + 2 bottons.
Kit 3: Enquanto Bela Dormia de Elizabeth Blackwell + 2 marcadores + 2 bottons.


Regras:
  • Comentar em todas as postagens de outubro;
  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Preencher o formulário abaixo.
Avisos:
  • O resultado será divulgado neste mesmo post no dia 08 de novembro;
  • Se o leitor sorteado não seguir as regras, outro sorteio será realizado;
  • O ganhador terá até 72 horas para responder ao e-mail;
  • O prêmio será enviado em até 50 dias.
E que comecem os jogos... Ops, comentários!

a Rafflecopter giveaway
Leia Mais
© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária