Resenha de "As Mais"

Quatro amigas - melhores amigas - com personalidades e sonhos bem diferentes, e é claro, muitas histórias para contar! MAIS é a sigla da amizade, que é formada pela inicial do nome das inseparáveis amigas Mari, Aninha, Ingrid e Susana - que estudam no Centro Educacional Machado, no Rio de Janeiro e, estão no nono ano.

A aventura das MAIS começa de fato no último dia de aula do oitavo ano, quando a professora Aline - de português e redação - aconselha as meninas a escreverem um livro contando tudo o que acontecer com elas no decorrer do próximo ano. Portanto, elas combinam que cada uma irá escrever por mais ou menos um trimestre as suas aventuras.

Mari, ou Maria Rita, é conhecida por ser a atrapalhada e engraçada do grupo ("a pagadora de micos"), e tem uma quedinha - ok, uma super queda - por um garoto de sua sala. Mari está praticamente em uma missão: conquistar o tímido Lucas... Será que ela irá conseguir? Prepare-se para rir bastante nessa primeira parte do livro, pois a Mari é muito divertida, além de ser um amor!

Aninha, ou Ana Paula, é a intelectual e mais bonita do grupo. É candidata do grêmio estudantil, leitora assídua e tem até um blog literário, mas não pense que ela só se interessa por sua vida acadêmica... Aninha está em um dilema, dividida entre dois amores: seu ex-namorado (o Guiga) e seu primeiro amor (o primo Hugo).

Ingrid é a romântica e meiga do grupo - a "Chaveirinho", pois é a mais baixinha. Ela é totalmente alto astral, adora esoterismo e filmes românticos, está sempre animando as amigas e é apaixonada pelo Caíque - mas acha muito difícil que ele se apaixone por ela.

Susana é a atleta, além de ser a mais alta e mais nova do grupo. A "varapau", como diz a Ingrid, é uma excelente jogadora de vôlei e está prestes a realizar um de seus sonhos, que é se tornar uma jogadora profissional, mas para isso, ela terá que percorrer um caminho bem complicado. Após o seu affair, Stewart, voltar para os Estados Unidos, ela fica desolada, mas após uma tremenda trombada com Eduardo, fica claro que Susana finalmente encontrou o seu par (que além de ser alto, assim como ela, ele também toca super bem e tem voz muito bonita).

A autora Patrícia Barboza escreve de maneira encantadora - impossível não se apaixonar por seus personagens -, utiliza uma linguagem simples e clara, de forma que a leitura flui  bem rapidamente. E tanto a capa como as ilustrações são lindas! Apenas um ponto me deixou ligeiramente confusa, é que no decorrer da narrativa acontece vários flashbacks, portanto, às vezes o texto ficava um pouco confuso, mas isso aconteceu só durante o primeiro capítulo, depois me habituei, e a leitura fluiu de forma natural e bem tranquila.

Confesso: me identifiquei com todas as MAIS - atrapalhada como a Mari, nerd como a Aninha, romântica como a Ingrid e responsável como a Susana (não digo atleta, pois sou péssima em todos os esportes, shame on me!) -, e isso é outro ponto adorável do livro, porque ao lê-lo automaticamente você se identifica com algum dos personagens ou com alguma situação pela qual as meninas passaram.

Ps: Como sou apaixonada pelo filme "O amor não tira férias", pelo Jude Law e por sotaque inglês, foi impossível não compartilhar esse trechinho com vocês (fala da Ingrid):
"Eu sou a mais romântica da turma. Sempre me coloco no lugar das mocinhas dos filmes de amor, esperando que um dia me apaixone de verdade. Não é à toa que ontem assisti ao filme O amor não tira férias pela quinta vez. Tem como não se apaixonar pelo personagem do Jude Law, com aquele sotaque inglês?"

  • "As Mais" é da Verus Editora.
  • 193 páginas.
  • Visite o blog das MAIS: http://blogdasmais.com/
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo. :)

10 comentários:

  1. Amo sotaque inglês também, acho lindo, elegantes.
    Quero muito ler esse livro, a Patricia Barbosa é uma fofa né
    bjos

    ResponderExcluir
  2. OWM OWM QUE EMPOLGANTE ESSA RESENHA,MAS ME DIZ POR QUE RAIOS OS AUTORES TEM QUE COLOCAR AS ANINHAS DA VIDA COMO NERDS OU COMO AS LOUCAS DA TURMA?KKKK NÃO ENTENDO ISSO O.O
    ADOREI A RESENHA RAFA,VOCÊ ME DEIXOU CURIOSA PARA LÊ-LO AINN POXA TEREI QUE PEDIR AUMENTO DE MESADA ASSIM! AIAIAIA
    BEIJOKAS....
    @krolineguima
    fomesedeevontadedeler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ahhhhh, que bom que curtiu o livro! Fico tão feliz quando dizem que se identificaram com todas as personagens, cada uma do seu jeitinho. Sinto com a sensação de dever cumprido. Muito obrigada pelo carinho! Beijos enormes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada você, Patrícia! *-----*

      Beijocas!

      Excluir
  4. Jude Law *Q* Sotaque inglês *Q*³
    *morro*

    hsaushua, suspiros à parte, parece ser um livro bem legal. mas não consigo olhar para essa capa e não pensar em livros como "Coisas que toda garota deve saber" e afins ;P

    Beijitos
    http://www.bookpetit.com/

    ResponderExcluir
  5. Apesar da sua resenha ter sido muito boa!! Esse livro não me chama a atenção. Me parece ser extramente clichê e, ainda por cima, totalmente voltado para garotas. Posso estar errado, mas é a impressão que tenho.

    Abraços,
    http://livrosempauta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno! =)
      De fato, o livro contém vários clichês, o que é um pouco normal em livros para adolescentes.
      É um livro leve, mas muito bem escrito! E realmente, concordo contigo, totalmente voltado para garotas. rs

      Muito obrigada, querido!
      Beijocas.

      Excluir
  6. Olha, confesso que já tinha meio que um preconceito com esse livro, mas agora que tomei vergonha e li a resenha ele está parecendo tão legal *-* Me lembra os livros que eu lia quando era mais nova. Acho que vou dar uma chance (algum dia) pra me lembrar qual é a sensação de ler livros desse estilo rs.
    Beijinhos,
    Kim.
    http://amoressobrenaturais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Fui no lançamento do livro da Paty aqui no Rio e comprei o meu exemplar de AS MAIS! Ainda não li, mas ao ler a sinopse tive a sensação que vc descreve: é inevitável a comparação com a gente mesmo em algum momento da nossa vida!
    Adorei sua resenha!
    Um beijo,
    Nica

    ResponderExcluir
  8. Eu também adoro o sotaque inglês. Quero ler esse livro pela sua indicação, mas não estará no topo da lista, porque no topo está A Escolha. Eu quero assistir esse filme. Acredita que eu nunca assisti?
    Eu sempre ouvi falar, quero ouvir o sotaque do Jude Law. rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária