Resenha de "Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently"

O autor britânico Douglas Adams é conhecido pela famosa série O Mochileiro das Galáxias e, além dela, enquanto escrevia episódios para Doctor Who, também criou o personagem Dirk Gently, um detetive bem excêntrico e presunçoso. Adams escreveu dois romances em que Gently é o protagonista e, em abril deste ano, o primeiro livro foi publicado pela Arqueiro.


Richard MacDuff é um engenheiro de computação comum e normal, que nunca age impulsivamente ou de forma estranha. Porém, certo dia, enquanto estava em um evento na universidade com seu ex tutor Reg, ele se lembra que não buscou sua própria namorada em casa para lhe acompanhar. Desesperado e arrependido, ele deixa uma mensagem equivocada na secretária eletrônica de Susan e para que ela não ouça a gravação, Richard faz o óbvio: escala o prédio dela e invade seu apartamento para pegar a fita com a tal mensagem.

Nas redondezas, o detetive Dirk Gently observa seu antigo colega de faculdade escalando um prédio e agindo de forma bem suspeita. Após receber um telefonema de Dirk lhe avisando que viu seu ato impulsivo pela janela, Richard consegue ficar com a gravação e ainda faz às pazes com Susan. Contudo, no dia seguinte, ao encontrar a agência de investigações holísticas de Dirk, ele descobre que é o principal suspeito de ter assassinado Gordon Way, seu chefe e cunhado.

Gordon foi morto na mesma noite do evento na universidade e, desde então, seu fantasma perambula pela cidade com o intuito de falar uma última vez com a irmã e finalmente ficar em paz. Enquanto isso, Richard está em apuros e Dirk lhe oferece seus serviços investigativos para resolver a situação, pois ele percebe que há uma interconexão entre a atitude louca de seu amigo na noite anterior e a morte de Way. A partir de então, os dois iniciam uma aventura para desvendar todos os mistérios dessa interconexão que pode até mesmo comprometer a Terra.
"Svlad Cjelli. Mais popularmente conhecido como Dirk, embora a palavra 'popular' não fizesse muito sentido no caso dele. Notório, sem dúvida; requisitado, alvo de infindáveis especulações, tudo isso era verdade. Mas popular? [...] Infame seria mais adequado: Svlad Cjelli, mais infamemente conhecido como Dirk."
Com uma narrativa em terceira pessoa ágil, sarcástica, repleta de acontecimentos aleatórios e muitas referências, que aparentemente não têm conexão alguma, o autor nos apresenta uma aventura que envolve: ficção científica, romance policial e até mesmo um fantasma andarilho, entre outros temas e gêneros. Contudo, Adams soube unir eventos singulares e ilógicos à uma trama onde tudo se encaixa com clareza e coerência (no fim).

O início do livro foi maçante, devido a quantidade de assuntos abordados, pois cada capítulo falava de um evento ou personagem diferente, o que tornou a leitura bem confusa. No decorrer da narrativa, mais especificamente, após o surgimento de Dirk Gently, a trama ganhou um novo viés, tornando-se mais dinâmica e engraçada, abrindo espaço para algumas explicações. 

Como esse foi o meu primeiro contato com os livros do autor, minhas expectativas eram altas e acredito que fui com muita sede ao copo. Em outras palavras, demorei um pouco para me adaptar à escrita e ao modo como ele conduz a história e seus personagens; por isso, não pude aproveitar (gostar d)a leitura de fato. Por outro lado, apesar de toda a confusão, o romance foi muito bem escrito e tem sacadas tão engraçadas, irônicas e inteligentes que tornou-se inevitável não rir de certas situações e diálogos.

Dirk Gently é um típico narcisista e sabe-tudo, um personagem naturalmente divertido e, em alguns aspectos, assemelha-se com Sherlock Holmes e Doctor Who. Achei bem interessante a forma como ele vê tudo ao redor, acreditando avidamente "na interconexão fundamental de todas as coisas"; especialmente porque é através desse pensamento que a trama se desenrola, mostrando ao leitor que os acontecimentos estavam de fato interligados - mesmo que de maneira enigmática e inusitada ou bizarra (?).

Richard também é um personagem interessante, participativo e com uma boa caracterização; o mesmo pode ser dito sobre o professor Urban Chronotis - ou apenas Reg -, Susan e Gordan Way. Acompanhar a trajetória de Gordon como fantasma foi bem bacana, devido suas fases de medo, aceitação e etc. Porém, o personagem mais intrigante (e irritante), por sua construção e também no sentido de causa e efeito, foi o Monge Eletrônico, um ser criado para acreditar em absolutamente tudo e livrar as pessoas desse trabalho.

A capa é muito bonita e combina com vários elementos (essenciais) da história, e a editora fez um ótimo trabalho com a revisão. Além disso, a ideia de enviar o livro dentro de uma caixa do Pizza Express - que existe de verdade, por sinal, e é uma delícia - junto com um marcador de página no formato de gatinho foi genial.
  • Escrito por Douglas Adams.
  • Editora Arqueiro.
  • Tradução: Fabiano Morais.
  • 240 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo.
*Exemplar para resenha.

28 comentários:

  1. Oi, Rafaela! Tudo bem?

    Que resenha mais gostosa de ler! Não conheço o trabalho do autor, mas sem dúvida agora fiquei curiosa. Sempre falam tão bem dele e do seu bom humor! E essa embalagem da Arqueiro está sensacional mesmo. Amei!

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oiee,
    Sou apaixonada pelo Douglas Adams, principalmente, por Doctor Who e o Guia do mochileiro das galáxias *o* Nunca li esse livro, mas sou louca para ler.
    A história parece bem louca o que é tipico do autor kk

    Beijinhos Screepeer
    http://screepeer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    não conhecia o livro.
    Não faz muito mu estilo de leitura, mas gostei de resenha, me chamou atenção

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Já estou com esse livro em casa, só me falta ler. E reconheci exatamente o estilo do Adams pela resenha. Bom saber que ele manteve sua genialidade e loucuras na obra. Certamente é uma obra que vai me agradar bastante.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  5. Oie Rafaela =)

    Li apenas um livro desse autor e gostei bastante da escrita dele.
    Sua resenha me deixou bem curiosa para ler esse livro *-*
    Adorei a dica!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  6. Oi, Rafaela! Tive o prazer de conhecer seu blog pelo google e estou gostando mto, já estou seguindo :)
    Quero mto ler esse livro, mas antes quero ler os outros do Douglas Adams. Parece ser ótimo *-* Abçs :)))

    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Me interessei muito por esse livro, ele até mesmo está nos meus desejados, mas nunca li nada de ficção científica e não sei se vou gostar desse gênero! Espero que sim!
    É uma pena que esse livro seja um pouco confuso, se eu for ler vou anotar tudo num caderninho para não me perder haha!
    A capa é muito bonita mesmo! Ótima resenha!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  8. Estou bem interessada por esse livro, mas o modo da escrita do Douglas Adams vai fazer com que eu demore um pouco para tomar coragem e ler, principalmente por você ter mencionado que o livro começa de forma bem confusa. O Douglas já escreveu para Doctor Who, o que talvez faça sentido na personalidade Dirk Gently.

    ResponderExcluir
  9. Como eu já conheço a narrativa do autor, acredito que não terei dificuldade em me adaptar à leitura.

    Eu gosto desse estilo sarcástico e meio 'viajado' do autor. Mas vamos ver. Vou ler na semana que vem!

    Bjkssssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Vou ter que comprar esse livro pq preciso muito desse marcador de gatinho... é a minha cara!
    Adorei a resenha!

    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  11. Não conheço o autor ainda, mesmo sabendo sobre a tão famosa série que ele tem. É um livro que eu pretendo ler, mas não no momento.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Olaaa
    Geeente como assim que vem com uma caixa de pizza?? achei isso incrivel kkkkkkkkk
    Ainda nao li O mochileiro das galaxias :/ mas pretendo um dia ler!! Ainda mais depois de ter adoraaado a premissa desse livro e achado a capa bem diferente!
    Pretendo sim ler, mas so qndo o tempo permitir kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Já li alguns livros do Adams, e pelo que vi esse segue o mesmo estilo de humor inteligente, é essa característica que me atrai bastante em suas histórias. A capa do livro também é bem interessante, amei o marcador.

    ResponderExcluir
  14. Oi Rafaela!
    Li apenas o primeiro livro de o Mochileiro das Galáxias e gostei bastante. Fiquei interessada por esse livro, pois gosto bastante do gênero policial.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  15. Nunca li nada do autor, e infelizmente não gosto muito de livros de detetives e espionagem, mas para quem curte o gênero esse livro deve ser ótimo. Um pena que você não conseguiu aproveitar a leitura,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  16. Oi Rafa! Eu nunca li a série do Mochileiro e no momento não tenho vontade, mas este livro por trazer uma história de detetive despertou minha atenção, eu espero ter facilidade para me conectar com a história, mas já estou mais alerta depois da sua resenha.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  17. Oi Rafa!
    Essa será uma das minhas próximas leituras e também será meu primeiro contato com o autor. Já vi outras pessoas dizerem que ele não tem uma das narrativas mais fáceis de se envolver, mas espero poder que a minha experiência seja um pouco melhor do que a sua ;)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Eu preciso tomar vergonha na cara e começar a ler logo os livros do Mochileiro das Galáxias que estão aqui em casa... Todo mundo fala bem tbm do Doctor Who e eu aqui boiando...
    Vou acrescentar esse livro na minha lista de compras e próximas leituras =)
    Bjs!

    https://www.youtube.com/user/pingoucafenomeulivro

    ResponderExcluir
  19. Rafaela!
    Já li toda coleção do Mochileiro das Galáxias e acho o humor sarcástico e as inspirações aleatórias sem muito nexo do autor uma comédia, me acabei de rir com ele, e, pelo visto, nesse exemplar, ele usa dos mesmo artifícios e ainda acrescente um que de policial e de ficção/fantasia, bom demais.
    “Tão bom morrer de amor! e continuar vivendo...”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  20. Estou doida pra ler esse livro, curto muito a escrita desse autor, parece super divertido e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  21. Parece ser bem divertida e diferente a história!!! Eu ameeeeei a capa ;)
    Esse é o autor de O Mochileiro das galáxias não é??
    Gostei da resenha, quero ler!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  22. Nunca tive contato com as obras anteriores do autor, mas esse livro me interessa e espero que seja uma boa primeira experiência com o estilo de narrativa do autor.
    Todas as resenhas que li me deixaram muito curiosa para saber como tantas coisas que a partir de um olhar rápido e superficial não se encaixariam, podem ter criado uma trama amarrada e coerente.
    Parece um livro divertido e a capa dele me agrada bastante. Como tendo a controlar minhas expectativas, acredito que não irei me decepcionar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Super fofo esse kit da Editora.O livro parece ser uma mistureba de temas mas que no final ganham uma finalidade ou pelo menos nos agrada.Eu também nunca tive contato com o autor então é bom saber o que se esperar dessa leitura.Mesmo você não tendo curtido 100% eu quero ler e me aventurar nessa história super maluca.

    ResponderExcluir
  24. gostei de conhecer o livro, gosto bastante quando tem um pouco de sarcasmo na narrativa pois fica tudo mais interessante.

    ResponderExcluir
  25. Adorei o kit do livro, muito fofo!!
    Não me interessei muito pelo livro, além de não ser meu gênero preferido achei a história um pouco confusa e acho que não gostaria da leitura.

    ResponderExcluir
  26. Confesso que já tentei ler o livro , na verdade a série, O Mochileiro das Galáxias, mas não me dei bem com a escrita científica de Douglas Adams. Talvez ele tenha me tirado da minha zona de conforto, gosto disso, mas dessa vez foi longe demais. Darei mais uma chance à ele.

    ResponderExcluir
  27. Ainda não li nada do autor, mas confesso que fiquei super curiosa em relação a história desse livro, sua resenha está muito boa e pretendo ler o livro.

    ResponderExcluir
  28. Conheço pelas histórias dos livros do Mochileiros. Mas quando vi esse....não me interessou muito depois dever resenhas. Não vi muita coisa boa. E de novo.
    Penso que iria ficar entediada e com raiva desse livro, acho que me irritaria pra caramba :S
    Mas....se for sem expectativas talvez seja melhor...

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária