Resenha de "Sempre Você", Trilogia Fixed #3

Eis que uma bela e significativa reviravolta surge no fim da trilogia e a transforma por completo. Sempre Você me encantou e até mesmo agora, enquanto lhes escrevo esta resenha, um sorriso insistente está presente em meu rosto ao lembrar dos adoráveis capítulos finais.
"Era a verdade mais absoluta que eu conhecia, da mesma forma que o sol sabe que deve subir pela manhã, do mesmo jeito que os botões de rosa sabem que devem florescer na primavera. Estava nas minhas veias, no canto mais oculto do meu coração e da minha alma. [...] Eu o amaria por toda a eternidade."
Depois de tantas desavenças e problemas infinitos, Hudson Pierce e Alayna Withers estão felizes como nunca. Afinal, os amores e distúrbios de outrora finalmente deixaram de ser um aborrecimento. A cada dia, eles tentam consertar as rachaduras  e os erros do passado e esperam que, com o tempo, possam ter um relacionamento sólido, honesto e seguro.

Contudo, a paz em ascensão começa a ruir quando Alayna é levada pela curiosidade e decide assistir um vídeo secreto sobre Hudson, gravado por Stacy - braço direito na loja de Mira, irmã de Pierce. Como se o vídeo não fosse suficiente para abalar o relacionamento, Celia ataca novamente e começa a perseguir Alayna por todo lugar.

Ainda assim, após um tempo, eles fazem às pazes e decidem recomeçar, pois percebem que estão ainda mais apaixonados um pelo outro e Hudson promete que irá se abrir com ela acerca de tudo. Porém, durante a conversa, um segredo obscuro e perturbador vem à tona. Será que Alayna estará preparada para ouvir e enfrentar o que ele tem a dizer?
"Eu me enrolei sobre o novo futon e comecei a ler. Tal como as notas que Hudson havia enviado, a maioria era fofa, mas algumas eram sensuais, outras desesperadas. Levei um tempo absorvendo cada uma, de forma intermitente chorando e sorrindo, e às vezes até gargalhando."
Reconheço que, apesar de esperar por boas surpresas, não pensei que amaria o resultado final, tendo em vista que até a página 350 (mais ou menos), tanto a narrativa como os personagens seguiam a mesma dinâmica dos livros anteriores: Alayna fazendo e pensando bobagens, intrigas, Hudson misterioso, um pouco de amadurecimento, etc. Porém, Laurelin Paige mostrou que há luz no fim do túnel e presenteou o leitor com um final tão encantador que tornou-se impossível não terminar o livro com os olhos brilhando de tanto amor.

Os últimos capítulos são repletos de diálogos engraçados, românticos e com um toque de doçura. Aliás, há uma tensão enrustida de esperança, na qual ambos tentam solucionar a situação e superar o pior segredo que já existiu entre eles, arruinando tudo o que conquistaram - provavelmente eu não iria perdoar, mas a vida é só uma e com amor, reciprocidade e um relacionamento saudável e verdadeiro, quase tudo se resolve. Todos os elementos que fizeram falta anteriormente - como romantismo, diversão, cumplicidade - são abordados com tanta naturalidade, leveza e coerência que a narrativa ganha vida e cor. O final fez a trilogia e o casal florescerem.

Percebe-se, pela primeira vez, que Hudson realmente mudou e está ardentemente apaixonado por ela. A partir do momento em que há uma ruptura, ele se mostra mais amável, carinhoso, solícito, altruísta e sincero, não tendo mais medo de demonstrar o que sente. Por outro lado, Alayna mostrou ter força e pé no chão para lidar com as consequências, mesmo que estivesse desmoronando por dentro. Ela também diminuiu consideravelmente sua chatice e tornou-se uma personagem mais amigável.

Antes do final mágico e transformador, Mirabelle e Jack foram o ponto de equilíbrio na narrativa; pois são adoráveis, carismáticos e de personalidade. Além de Celia como uma pedra no sapato dos protagonistas, eles mesmos foram o verdadeiro problema, devido aos segredos, resistência, falta de comunicação e confiança, o que tornou certas passagens um pouco maçantes. E as cenas sensuais foram ainda mais intensas, sentimentais e detalhadas. 

A escrita de Paige continua envolvente e fluída, tornando a leitura bem rápida. Cabe lembrar que a história é narrada por Alayna - um detalhe que não me agradou plenamente, como já mencionei antes -, mas o epílogo foi escrito pela perspectiva de Hudson. Foi um dos ápices da narrativa, por causa da forma como ele se expressou e do seu senso de humor. No momento, estou ansiosa para ler o livro à parte que foi narrado por Pierce.

O texto tanto na capa como na lombada é envernizado, enquanto as bordas das páginas são violeta - um detalhe belíssimo. Além disso, a revisão foi muito bem feita. Em suma, a trilogia foi bem escrita, com muitos altos e baixos, uma protagonista difícil de lidar e uma história que demora um pouco para conquistar de fato o leitor, mas, por outro lado, teve um desfecho compensador e de arrancar suspiros.
  • Escrito por Laurelin Paige.
  • Editora Fábrica 231.
  • Tradução: Júlio de Andrade Filho.
  • 478 páginas.
  • Leiam também: Por Você #1 e Com Você #2.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo (para maiores de 18 anos)! :)
*Exemplar para resenha.

20 comentários:

  1. Já começo dizem que estou apaixonada pelo primeiro quote HSAHSU Nunca li essa trilogia, achei bem interessante. É horrível quando os livros "se repetem" os mesmo personagens fazendo as mesmas burradas, ainda bem que a autora soube terminar bem a estória,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  2. Oiee
    Confesso que não o faz muito meu tipo o livro, mas amei a resenha e acho que estou disposta a ler ;p
    Beijinhos Screepeer
    screepeer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafa,
    Tenho curiosidade para ler essa série desde que vi os tweets da Sessão Violeta de um deles que a Rocco fez haha

    Achei bacana a premissa desse também, tua resenha ficou ótima.

    bjs e tenha uma ótima quinta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rafa!
    A autora realmente comprovou o tema "luz no fim do túnel", hein? Só após as 350 páginas que a leitura muda e melhora... É quase inacreditável. shauhsua...
    Mas é bom. Por sorte a leitura ainda foi salva e você pôde ficar satisfeita com o desfecho da série. Tenho vontade de ler os livros da trilogia e espero não me decepcionar. Gosto do gênero.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafa!!!
    Ando sem paciência para séries e trilogias que retratam o mesmo casal o tempo todo, para mim a história e os conflitos se torna repetitivos, mas que bom que você curtiu o desfecho da trilogia e que rolou um romantismo no final :)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  6. Olaaa
    Nao sou fa desses romances Hots :/ ja tentei ler do estilo, mas nao consigo, realmente nao faz meu gosto!
    Alem de que, se eu chego com uma capa dessa em casa, meu pai me deserda kkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Oie Rafaela =)

    Normalmente leio romances hots depois de uma leitura mais pesada para curar a ressaca mesmo sabe. Já tinha visto os livros dessa série na livraria em alguns blogs, mas infelizmente ela não me chamou a atenção.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Oi Rafa,
    Gostei muito da resenha mas não faz muito meu gênero. Mas quem sabe um dia.

    ResponderExcluir
  9. Rafaela!
    Tão bom quando um romance, após vários desencontros, termina a contento do leitor.
    Fico bem feliz também quando as personagens amadurecem no decorrer do livro e conseguem enfrentar as vicissitudes de cabeça erguida e superarem tudo com amor.
    Adorei!
    “Tão bom morrer de amor! e continuar vivendo...”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  10. Já li o primeiro livro dessa trilogia e amei, gostei muito de saber que o desfecho é de arrancar suspiros, fiquei ainda mais ansiosa em conferi.

    ResponderExcluir
  11. Não curto muito hot, mas esse parece ser mais do que as capas dizem kkkkkk
    As resenhas que li deles são muito legais e todas cativantes.
    Tem cara daqueles livros com história e não só pegação kkkkk
    Talvez lerei um dia kkk
    bjos

    ResponderExcluir
  12. Eu não gosto de livros hot, na verdade eu fujo deles pois a única experiência que tive foi desastrosa com todas as letras. Mas, apesar de não ser um gênero que curto, a trilogia Fixed parece ter uma história além do envolvimento sexual entre os personagens bem interessante.
    Provavelmente nunca o lerei, mas como conheço gente que ama livros do tipo parece ser uma boa indicação.
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Oiee
    Que bom que você gostou,eu simplesmente amei os dois primeiros livros.A Alayna é meio chatinha mesmo em alguns momentos mas sem dúvidas eu teria as mesmas desconfianças dela.Quero muito ler o livro narrado pelo Hudson,sempre quis ver a perspectiva dele sobre a história.

    ResponderExcluir
  14. Não conheço a trilogia então não sei esperar como o casal chegou a este ponto no desfecho da história, mas que bom que você gostou e que o livro tem uma leitura bem fluida, espero que as bobagens de Alayna não incomodem tanto!

    ResponderExcluir
  15. Também sou uma das que não conhece essa trilogia. Quer dizer, já conhecia mais não tinha parado pra ler nada sobre ela. Pelo pouco que vi, a autora conseguiu terminar tudo de uma forma muito boa e soube criar uma boa história, com personagens cativantes e que simpatizamos de cara. :)

    ResponderExcluir
  16. Não sou muito fã de livros hot e não conhecia essa trilogia. A história parece ser bem interessante, tenho amigas que amam esse estilo e com certeza indicarei pra elas.

    ResponderExcluir
  17. conheci a serie faz pouco tempo, li umas resenhas dos tres livro e gostei bastante, e apesar de ler de um gênero que eu noa curto muito, fiquei interessada em ler por ter algo a mais.

    ResponderExcluir
  18. A trilogia Fixed não me interessou muito. Já pela capa, deduzi que fosse uma estória erótica e chia de sedução - gênero que, particularmente, não gosto -. Enfim, com a resenha pude confirmar minhas deduções. Esse eu passo!

    ResponderExcluir
  19. Que lindo aquele trecho do livro, parece ser uma coleção ótima, acho ótimo um livro que quando terminamos a leitura ficamos tão encantadas que como no seu caso ficou com um sorriso no rosto, pretendo ler a série.

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária