Resenha de "Detalhe Final", série Myron Bolitar #6

Publicado no ano 1999, Detalhe Final é o sexto livro da série Myron Bolitar. As histórias são independentes e, por isso, não há necessidade de ler na ordem.

Para tentar se recuperar de uma perda recente, o agente esportivo - e detetive particular - Myron Bolitar se isola numa praia caribenha com Terese, âncora de um programa da CNN. Porém, quando Win, seu parceiro de investigações e grande amigo, descobre seu paradeiro, o mundo vira de cabeça para baixo.

Afinal, ao voltar para Nova York, Myron tem que resolver a situação instável da MB Representações Esportivas e ajudar Esperanza, sua melhor amiga e sócia, que foi presa por assassinar o arremessador dos Yankees Clu Haid, um de seus clientes mais antigos e problemáticos.

Quanto mais Esperanza, sua advogada e Bonnie, ex-esposa de Clu, pedem que ele fique longe do caso, mais ele se aprofunda na investigação para inocentá-la. Com a ajuda de Win e outros conhecidos, Myron se envolve numa rede de intrigas e percebe que o caso é maior do que imaginava. Enquanto feridas antigas voltam à tona, o detetive tem de encarar as consequências de seus atos e correr contra o tempo para salvar a amiga.
"Myron tentava se concentrar, buscando sons que lhe dessem uma pista do caminho que faziam. Isso sempre funcionava na TV. O cara ouvia o apito de um navio e sabia que estava no Píer 12 ou algo parecido, e todo mundo corria lá para resgatá-lo. Porém tudo o que Myron escutava eram ruídos de tráfego: uma buzinada ocasional, carros passando ou sendo ultrapassados, rádios em alto volume, esse tipo de coisa. Tentou prestar atenção em curvas e distâncias, mas logo percebeu que era inútil. O que pensava que era, umabússola humana?"
Narrada em terceira pessoa, a história apresenta uma investigação repleta de aspectos ambíguos e, por vezes, incoerentes, que despertam a curiosidade do leitor e, no fim, ganham sentido e clareza. Este livro foi meu primeiro contato com o autor e minha expectativa era encontrar algo excepcional. Por um lado, o começo da narrativa me decepcionou pelo ritmo lento e sem atrativos; por outro, do meio para o final, fui envolvida pela escrita perspicaz de Coben.

Apesar de ser uma história independente das anteriores, me senti deslocada durante os primeiros capítulos, já que os personagens se referiam ao passado sem esclarecer o que havia acontecido. É provável que, por esse detalhe, eu tenha achado o início tão arrastado e maçante. Contudo, o que me fez gostar da leitura foi a forma intrincada com que o autor conduziu a narrativa: com humor, sutileza e uma dose equilibrada de sensibilidade e violência.

Com personagens distintos e bem construídos, a história tornou-se ainda mais instigante. Myron é um ex-jogador de basquete, formado em Harvard, dono de uma agência esportiva e detetive nas horas vagas. Mesmo que seu senso de humor e sua aparência digam o contrário, ele é um cara bem sensível e questionador, que tem medo de ter cruzado a linha que o torna mau em certa medida. Win é bem excêntrico e tem o hábito de fazer justiça com as próprias mãos, apesar de não demonstrar, nota-se que ele se importa bastante com o amigo. Esperanza e Big Cindy não apareceram tanto quanto eu gostaria, mas ambas são mulheres fortes e destemidas. Destaco também os pais de Myron, que são seu porto seguro.

Mas o que seria de um romance policial sem o toque cômico? Myron e Win foram responsáveis pelos momentos de descontração - no meio do caos; a passagem em que eles vão interrogar Sawyer Wells, o guru de autoajuda, foi uma das mais engraçadas. A resolução da investigação foi tão surpreendente que precisei reler a explicação; o mais interessante é que o autor fez fatos sem importância alguma se transformarem no ponto chave do caso, causando grandes reviravoltas.

O saldo foi positivo, mas senti que não aproveitei a leitura como deveria por conta do meu incômodo inicial com a história. Porém, uma vez que gostei da escrita de Coben e de seu modo inteligente de desenvolver a trama, irei ler os outros livros da série. Além disso, a editora fez um ótimo trabalho com a revisão e a capa (simples).
  • Escrito por Harlan Coben.
  • Editora Arqueiro.
  • Tradução: Ricardo Quintana.
  • 303 páginas.
  • Disponível em todas as livrarias.
  • Recomendo.
*Exemplar para resenha.

18 comentários:

  1. Oi Rafa! Eu comecei a ler esta série pelo livro anterior a este e me senti meio fora do prumo, não achava o Bolitar tão interessante. Já neste, que foi meu segundo contato com ele, me senti mais familiarizada com o personagem e curti a leitura. Eu adoro o Harlan, mas prefiro os livros independentes, são incomparáveis. Os meus queridinhos são Não Conte a Ninguém e Que Falta Você Me Faz, leia estes e depois me diga o que achou.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    não conhecia o livro,mas confesso que não me chamou tanta atenção. Quem sabe em outro momento.
    bjs

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, não sabia que essa série tinha mais de 6 livros. Enfim... o bom é que eles são independentes. Livros que causam esse desconforto inicial são realmente incômodos, mas fiquei feliz por possuir bons personagens.
    Passa lá no blog também.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  4. Oi :)
    Não sei porque, mas quando vi a capa pensei que era um livro do Sidney Sheldon haha. Não sou muito fã desse gênero mas a sinopse me intrigou um pouco, quem sabe eu não o procuro futuramente...

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rafaela! Tudo bem? Apesar de ter muita vontade, até hoje ainda não li nada do Harlan Coben. Mas acredito que ainda esse ano eu lerei alguns livros do autor. Espero que minha experiência com eles seja positiva! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Rafa!
    Estou com esse livro aqui para leitura e agora na dúvida se leio os anteriores ou não para poder ler esse...
    Bom saber que tem um toque de humor.
    “A bondade deve estar ligada ao saber. A simples bondade pouco adianta; é o que tenho constatado.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie Rafa =)

    Me sinto uma ET quando o assunto é Harlan Coben rs... ainda não li nenhum livro do autor, acredita?
    Tenho bastante curiosidade em conhecer a escrita dele, afinal para ser tão elogiado um bom motivo existe rs...

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Oi Rafa, tenho que ler pelo menos um livro desse autor! Até hoje não li nenhum :/
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sempre tive curiosidade sobre os livros do Harlan Coben, mas infelizmente ainda não tive oportunidade de ler nenhum. Adoro livros de mistérios, ainda mais quando combinam com uma pitada de humor. Fiquei muito curiosa em relação a história e pretendo ler em breve *-*

    ResponderExcluir
  10. Já tinha lido a resenha desse livro, e apesar de aborda um gênero que não tenho costumo de ler, esse livro me chamou atenção pelo fato da história ser bem construída, e muito envolvente, por ter bastante mistério, pretendo ler esse livro ainda esse ano, espero não me decepcionar com essa leitura.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Tenho muita vontade de ler algo do autor, minha mãe tem vários livros dele e gosta dos que leu...

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  12. Uow, não sabia que tinha sido publicado há tanto tempo, nem que fazia parte de uma série. Li só um livro do Harlan e gostei tanto que ando atrás do próximo para ler. É uma pena que esse tenha uma pegada mais lenta. Num suspense, isso pode ser tanto positivo quanto negativo, o autor tem que saber medir bem. Leia "Seis anos depois" dele, se quiser arriscar mais uma vez! :D

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Se eu morrer antes de você", vem conferir!

    ResponderExcluir
  13. Nunca vou entender porque a editora não lançou em ordem. Os detalhes, aquelas pequenas coisas que não fazem sentido se você não leu os anteriores....sempre nesses livros tem alguma coisa assim.
    Gostei muito de ler, é uma história legal e daquele jeito Coben de te prender e querer saber o que acontece. Myron e Win são uma dupla e tanto, as cenas deles ou fazem rir ou mostram que são f#$%¨ demais. Vale a pena.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Rafa!
    Saudade de ler algum livro do Coben. Ele é realmente um bom escritor. Já li 3 livros dele e curti a escrita dele.
    Ainda não li nada deste detetive, mas parece-me ser uma boa escolha.
    Darei uma chance em breve.
    Adorei a resenha.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Rafa.
    Adoro um bom romance policial, faz tempo que quero ler algum livro do Coben, ouvir muitos elogios a respeito de sua escrita.
    Mas ainda não sei por onde começar, talves procure outros, ou leia esse mesmo, gostei muito do enredo descrevido, que bom que são independentes, provavelmente vou ficar perdida assim como você no começo, mas espero gostar.

    ResponderExcluir
  16. Rafinha, eu só li um do Myron que é justamente o Alta tensão, último da série. Como comprei em sebo, o vendedor me indicou dizendo ser o melhor, porém, achei uma história bem sem sentido, apesar de ter curtido o humor do Myron e Win e da escrita ser fluída.
    Detalhe final parece ser mais bem desenvolvido que esse que eu li, porém, pelo jeito é meio arrastado e sem sentido em algumas partes também.
    Queria ler mais do Coben, mas tá difícil kkkk quem sabe um dia.
    bjoos,
    Ana
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Rafa,
    Não li nada do Harlan Coben até hoje O.o
    Interessante isso de ter cenas descontraídas (amo), fiquei super curiosa para saber como esses aspectos ambíguos são trabalhados, só espero não ficar perdida o tempo todo haha.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  18. Amo o Harlan Coben, o autor das madrugadas em claro. Li quase todos dele!

    ResponderExcluir

Hey you,
gostou do que leu, encontrou algum erro ou quer acrescentar algo?
Não deixe de comentar! =)
Sua opinião é muito importante para o blog.
Beijocas.

© 2012 - Todos os Direitos Reservados
Design por: Gabrielle Alves | Para uso exclusivo do blog Artesã Literária